1. Gozei no beijo grego


    Encontro: 25/10/2018, Categorias: curitiba, Gozada, gostosa, Anal, beijo grego, Heterossexual, Autor: El Matocho, Fonte: CasadosContos

    Olá!! bom dia, boa tarde e boa noite aos leitores. Faz um tempinho que não escrevo por aqui, mas dias atrás aconteceu uma experiência que tenho que compartilhar com os colegas. Estou saindo com a Val faz um tempo, e nossa química na cama é ótima! Escrevi sobre ela num dos meus últimos contos, então não vou descreve-la novamente. Mas posso dizer que é bem safada, ama dar um beijo grego e isso me deixa doido. Numa das nossas últimas transas, ela pediu para eu depilar meu cuzinho, mas como é algo bem trabalhoso (não, eu não vou numa depiladora fazer isso), sempre acabei enrolando. No final de semana passado combinamos de sair pra jantar. Fomos no Coco Bambu aqui em Curitiba, tivemos uma noite bem agradável, adoro a companhia da Val. Saindo de lá já viemos aqui pra casa. Tomamos mais umas cervejas e começamos a pegação, como estava quente, logo que cheguei em casa já fiquei só de cuéca, e a Val de pijaminha, uma delicia!! Val aproveitando a facilidade de eu estar só de cuéca, enquanto me beijava já ia acariciando meu pau duro na cuéca (já escrevi isso antes, mas não custa repetir, meu pau é bem normal, tamanho nada avantajado, mas as mulheres gostam dele, eu prefiro meu saco que é bem grande e tem uma gozada fora do comum). Como era uma noite especial, antes de irmos jantar, ja me depilei inteiro, passei a gilete no pau, nas bolas, e aproveitei para depilar meu cu. Val veio e arrancou minha cueca e começou a me mamar muito gostoso, ela mama com vontade, alternando entre as ...
    bolas e o pau, acho que ainda não tinha reparado que tinha me depilado onde ela pediu. Comecei a pedir pra ela para fazermos um 69, ela resistiu no começo, mas logo posicionou aquela bucetinha linda e toda meladinha na minha cara. Comecei a mamar aquela bucetinha enquanto ela por cima alternava entre mamadas e uma punhetinha, ela estava com sede de rola nesse dia especialmente, já foi pras minhas bolas, e tentou alcançar meu cuzinho com a língua. Percebendo suas intenções, resolvi entregar o presente pra ela, e abri bem minhas pernas, deixando ele todo exposto pra ela, e pela primeira vez depilado pra ela poder lamber à vontade. Val acho que se empolgou com a visão que teve e começou a lamber com vontade meu cuzinho, sentia a sua lingua toda passando por ele, e estava uma delícia, nessa hora acho que ela até esqueceu que eu tinha um pau babado que estava no meio dos seus peitos. Fiz o possível para ficar o mais exposto possível pra ela, pq ela realmente adora dar beijo grego, eu já gostava antes de conhece-la, e quando transamos da primeira vez não precisei nem pedir, ela foi por conta propria, sem nem pedir autorização. Então sabia que ela gostava e deixei ela se lambuzar no meu cuzinho, já que estava uma delícia, aproveitava pra chupar muito a bucetinha dela. Então comecei a sentir uma sensação estranha, aquela "coceirinha" de quem está com vontade de gozar, como ainda queria comer ela gostoso, pedi para ela mamar as bolas. Val atendeu meu pedido por uns 10 segundos e voltou a ...
«12»