1. Minha Madrasta Me Colocou Na Roda


    Encontro: 20/11/2018, Categorias: Virgem, Autor: giselebarbosa, Fonte: ContoErotico

    Minha Madrasta Me Colocou Na RodaOlá putinhos e putinhas desse delicioso site. Essa minha aventura é uma coisa de louco mesmo mas de fato aconteceu. Me chamo Kelly e fui criada dentro de uma família bem tradicional e certinha com tudo perfeitinho e sendo filha única sempre fui a princesinha da casa até um rompante louco onde descobrimos que meu pai estava traindo minha mãe e eles se separaram pois minha mãe o ameaçou e enfim ele usou todo o poder que tem e ficou com minha guarda e eu fui morar com ele e a minha nova madrasta por assim dizer. Recém completos meus 18 anos eu era a virgem pura e não mais cobrada como antes pois sempre que podia dizia ao meu pai que ele era hipócrita mas porém o amo e também o conforto que ele me proporciona claro rs. Como não tive modos de ser sempre arredia eu comecei a me entender com minha nova madrasta Edna uma morena cavala com olhos azuis realmente muito linda além de gostosa e com um charme irresistível me tratando muito bem com seus absurdos 24 anos portanto com idade para ser minha irmã, começamos a sair juntas e ficamos amigas. Eu diferente dela sou baixa e loira parecendo uma bonequinha com uma vergonha estranha dos meus seios grandes e pontudos provinda da minha adolescência. Conversamos sobre sexo e ela falou muito dos vários machos que a comeram antes de se “apaixonar” pelo meu pai. Passava um mês dos meus 18 anos e minha cabeça estava confusa pois eu fui criada de um jeito e agora vivia de outro totalmente diferente e nem beijos ...
    mais eu estava dando. Queria fazer terapia e ela um dia conversou comigo um longo tempo e falou que mais cedo ou mais tarde as coisas se resolveriam na minha cabeça, eu já a via como uma amiga mesmo de qualquer forma. Começaram as aulas na minha faculdade e eu vi muitos rapazes lindos mas realmente nada me seduzia pois eu estava travada e ficava a maior parte do tempo reclusa no meu quarto me isolando de vez. Começou uma obra na minha nova casa então e eu reparava como os dois pedreiros tinham certa intimidade com ela que sempre andava de mini saia pela casa se exibindo descaradamente para os dois, eram o Jaime um senhor de uns 40 anos negro grande e forte aparentando ter bem menos e seu auxiliar chamado Marcio esse com 20 anos e um deus grego também negro e forte, mas que eu soubesse não rolava nada. Nossas conversas sobre sexo foram ficando mais íntimas e com isso eu confessei a ela que assistia vídeos e algumas sacanagens e com isso mostrei alguns e ela claramente ficou excitada pois minha defesa sexual envolvia apenas olhar e nada de gente por perto. Minha “tragédia” começou assim, meu pai precisou se ausentar em um final de semana e ela me pegou fumando um baseado e tocando uma deliciosa siririca no meu quarto mas não se intimidou, pelo contrário fumou comigo e rimos muito falando um monte de bobagens e nisso eu pedi a ela um beijo pois não beijava fazia mais de um mês, ela riu e me beijou gostoso mas eu travei mais uma vez, desse jeito ela passou as mãos nos meus seios e ...
«1234»