1. Curioso


    Encontro: 18/02/2019, Categorias: Travestis, Autor: curiosodebelem, Fonte: ContoEroticoComBr

    Sempre fui muito curioso em relação ao sexo, sempre que via videos porno de mulheres chupando um cara me perguntava oq era tão bom mas não passava disso. Aqui em Belém tem um bairro que de madruga tem vários travestis, sempre passava por lá para porque era caminho do clube onde remava e ficava olhando a movimentação, me excitava mas não passava disso. Até que um dia criei coragem, parei e falei pra um travesti que queria chupar o pau dele. Ele topou e fomos em direção ao drive-in. Chegando lá sem muitas cerimônias começamos o programa e ele chupou o meu pau para eu relaxar, foi delicioso, mas não parava de me questionar o que tinha de tão gostoso em um pau. Depois de me chupar ele colocou o pau pra fora, nada de outra mundo, mas bem grosso, e comecei a chupar. Entendi pq as mulheres adoram mamar uma rola, estava me deliciando com aquilo quando sinto ele arrendando meu shorte e passando o dedo no meu cu. Me arrepiei todinho, ele percebeu que estava com muito tesão e falou: “Eu sei que queres dar o cu, vamos fazer bem devagar”. Não tinha como negar, apenas balancei a cabeça que sim e fiquei esperando as ordens, fui completamente passivo. Ele me colocou de bruço no capo do carro e pediu pra eu empinar minha bunda, essa hora já estavamos nús. Ele deu uma lambida no meu cu, molhou a mão e passou no pau dele que ainda tava um pouco babado de tanto que eu ...
    chupei. Ele colocou a cabeça do pau na entrando do meu cu, segurou firme na minha cintura e foi puxando meu corpo contra o dele, aos poucos o pau dele foi entrando todo dentro de mim. Depois de varias estocadas, reboladas e perder as forças nas pernas ele falou para eu deitar no sofá que tinha lá. Deitei com a bunda pra cima e pernas abertas, mas ele pediu para que eu fechasse as pernas. Ele colocou o corpo dele em cima de mim e aos poucos foi me penetrando, como já tinhamos transado em cima do carro a penetração foi mais fácil e o prazer infinitamente maior. Sentia um choque subindo pela minha coluna até chegar minha nuca, que ficava no mesmo vai e vem que ele fazia em cima de mim. Esse choque ia da minha nunca até as minhas pernas. Além disso, ele mordia minha nuca e apertava meu corpo com a outra mão. Quando achava que não aguentava mais e iria gozar, ele me deixou de frente pra ele na posição de frango assado e enfiou o pau no meu cu. Já estava mais acostumado e cada vez mais relaxado, isso foi uma deixa para ele aumentar a velocidade e as forças das estocadas. Vendo meu pau duro ele começou a me punhetar, ficamos assim por tempo onde o único barulho que ouvia era meu gemido alto . Gozei como nunca havia gozada antes e ele continuou até gozar, tirei a camisinha do pau dele e chupei para deixar limpo. Me limpei com a minha camisa e fomos embora
«1»