1. Iniciação da Esposinha - Swing : Parte 1


    Encontro: 17/01/2018, Categorias: Esposa, Casal, Swing, Heterossexual, Autor: MachoManso, Fonte: CasadosContos

    A INICIAÇÃO – 1ª Parte Em fevereiro daquele ano o já não tão jovem casal iria completar 20 anos de casamento, nem sequer sabiam se eram bodas de alguma coisa. Jorge e Lilian tinham 9 anos de diferença de idade, ela quase casou virgem, mas foi mulher apenas de Jorge. Já ele teve várias experiências, com mulheres mais jovens e mais velhas e também aproveitou muito bem a liberdade que seus pais permitiam. Saia com os amigos e se divertia muito, inclusive teve experiências com brincadeiras com os travestis que faziam ponto perto de sua casa. Todas estas histórias de Jorge são um segredo que ele não revela para Lilian, pois ela se mostra muito ciumenta e possessiva, e volta e meia fica muito revoltada por não ter tido outras relações além de Jorge. Porém a vida sexual dos dois é intensa e de muita cumplicidade. Ele foi o primeiro e único homem de sua vida e ela foi a mulher com quem mais fez sexo. Além disso, depois de alguns anos, Jorge que era muito reprimido em relação ao sexo com Lilian, começou a permitir muitas liberdades à mulher, deixando que ela explorasse seu corpo e intimidades. O auge de tudo começou com o sexo oral que ele acabou aceitando da esposa, passando pela primeira vez que ejaculou e fez com que ela provasse o seu leite. Depois, veio a parte dela, ele se viu pressionado e aos poucos deixou que ela massageasse com o seu dedinho em volta de seu ânus, e para seu espanto e curiosidade começou a gostar daquela sensação. Até que um dia, Lilian pediu pra usar uma ...
    camisinha em seu dedinho e disse que hoje ela iria massagear e penetrar o cuzinho de Jorge, que deixou acontecer e adorou a massagem e a penetração. Mas ainda faltava alguma coisa para Jorge. Ele começou a navegar por sites de erotismo e BDSM e que falavam em swing e troca de casais. As vezes vinha aquela imaginação dele comendo uma amiga da esposa e de repente tudo se invertia e era a esposa sendo comida pelo vizinho deles. Jorge não tinha coragem nem oportunidade para tocar nesse tipo de assunto. Lilian era muito reprimida. Um dia viu a receita de bolo. Mostrar para a esposa de algum jeito que eles poderiam se divertir de outras formas. Conseguir colocar na cabecinha dela o desejo de ir num ambiente onde eles pudessem se soltar sem serem reprimidos pelos preconceitos do casal. Mas como fazer isso? Nos passeios que faziam pela cidade quase sempre passavam em frente de um Drink Bar e Jorge sempre brincava sobre as luzes e cores da fachada do lugar. Naquele fim de semana decidiu que ia colocar em prática a operação de convencimento de Lilian, mas teria que ser sutil e calmo, sem apressar as etapas para não correr o risco de perder tudo. Começou sugerindo assistir um filme erótico sem ser pornográfico. Escolheu um filme francês chamado “Para Poucos” e não deu muitas dicas do enredo. Assistiram no quarto, grudadinhos um no outro. Para quem não conhece o filme, trata-se de uma troca de casais que acontece quase por acidente, sem uso de táticas ou estratagemas como estou contando ...
«1234»