1. transei com meu filho e minha nora


    Encontro: 20/05/2018, Categorias: Orgia, INSESTO, Grupal, Autor: HELENA, Fonte: CasadosContos

    Já fazia seis meses que eu e Júlio estávamos “juntos” quando ele resolveu iniciar um curso de graduação, como uma boa mãe que sou, fiquei muito contente e o apoiei muito já que para mim educação e muito importante e eu própria adoraria ter estudado mais. Nunca fui uma mulher ciumenta, e já imaginei que com um filho lindo como o meu, não demoraria para aquelas putinhas da faculdade caírem matando em cima, e não me enganei, não demorou para Júlio iniciar me contar que estava conhecendo uma menina, ele me falou muito dela seu nome e Vanessa, conversávamos muito e ele sempre me contava todos os detalhes. Vanessa era uma menina linda de apenas 18 aninhos, com uma pele morena, cabelos negros e lisos, olhos verdes um lindo sorriso, seios médios, menores que os meus, coxas bem grossas e um avantajado traseiro. Júlio me contou que logo no primeiro encontro eles transaram, segundo ele: saíram para conversar em um barzinho, depois de muita conversa ela tomou a iniciativa roubando lhe um longo beijo, e partir deste ponto as coisas foram esquentado e logo ele levou-a para meu carro, (isso mesmo que vocês estão pensando, o safado usou meu carro para comer a safada), Júlio disse que ela e muito fogosa e que o sexo foi muito bom e excitante, e que seu boquete e quente e molhado, e que ele gozou na boca dela, pois não conseguiu resistir, me contou que ela gosta de apanhar e que grita como uma vadia, confesso que fiquei muito excitada quando ele acabou de me contar, e quando acabou de ...
    relatar os fatos já estava com minha bucetinha encharcada louca para levar pica. O ataquei ali mesmo na sala, falei que aquela historia estava me deixando muito excitada e queria que ele matasse a minha vontade logo, fui atendia de imediato, Júlio caiu de boca na minha bucetinha me fazendo gozar em apenas alguns minutos, fazia um bom tempo que não gozava tão gostoso, e foi com muita empolgação que resolvi devolver o favor, então cai de boca naquele mastro enorme, chupei como louca e logo ele gozou um rio de porra dentro da minha boquinha, engoli tudo e subi em cima dele comecei a beija-lo e rebolar com minha bundona em seu pau, logo estava novamente em prontidão e me penetrou ferozmente, sentia uma onda elétrica atravessar meu corpo cada vez que seu púbis batia com força em meu grelinho, logo ele me colocou de quatro e dando tapas violentos na minha bunda me penetrava, fiquei alucinada com aquilo e logo gozei feito louca, em seguida ele também gozou, me deu um beijo muito gostoso e foi dormir. Estava tão excitada que não consegui dormir logo, por isso fiquei deitada pensando por um bom tempo, percebi que a historia de meu filhinho comendo aquela putinha me deixou com muito excitação, mais do que tenho normalmente, e olha que me considero uma mulher muito fogosa, mas aquilo mexeu comigo de uma forma que não consigo explicar, foi então que comecei a ter pensamentos bem pervertidos, comecei a me imaginar transando com minha nora e meu filho, minha excitação foi aumentando e quando ...
«123»