1. Eu,papai e a égua


    Encontro: 07/07/2018, Categorias: Pai e Filho, Incesto, Gays / Homossexual, Zoofilia, Autor: Beastboy, Fonte: CasadosContos

    Meu nome é Alex. Tenho 22 anos, branco 180, 75kg, sou bem gostosinho. Mas, essa história ocorreu há 10 anos. Eu passei minha infância numa fazenda. Meu pai é um fazendeiro, homem bruto, gosta das coisas a moda antiga. Por isso aconteceu esse fato Quando eu tava entrando na adolescência, vivia batendo uma estava doido por sexo. Um dia tava no meu quarto batendo uma e meu pai entrou - ele tinha seus 45 anos, forte, bem másculo- e me viu lá com a mão no pau. Ele riu e disse:- eita safado nessa idade ja batendo uma hehe Fiquei todo vermelho Ele: deixa de ser besta rapaz na sua idade já tinha comido de tudo. Você ainda é virgem? Todo sem graça respondi que sim Ele: vou lhe fazer homem de verdade, vem comigo Ele me levou até o estábulo, lá tinha uma égua bem bonita, marrom escuro, crina preta, bem musculosa Chegando lá ele fala: na sua idade já era especialista em comer égua, eu chegava perto e elas já piscavam a buceta. Essa daqui é virgem. Você vai tirar seu cabaço com ela, mas quem vai descabaçar ela sou eu. Eu tava muito nervoso caralho era meu pai falando essas putaria s só conseguia pensar que ia ver a rola dele. Ele disse: é assim que se come uma égua. Comeceu a meter os dedos nela, e tirou a rola pra fora era uma rola linda, grande e grossa, meu pau ficou duro na hora. Papai começou a chupar a égua deixando as calças toda arriada ficava admirando sua bunda musculosa e ...
    sua rola. Ele começou a bombar e olhava pra mim falando - tá vendo filhao, olha como ela tá curtindo, chega mais perto olha a bucetinha dela piscando, esse cabaço já era, depois de hoje ela vai ser nossa puta, viu filhao ? - sim papai, deixa eu meter, to doido de tesão Ele me vendo dizer isso bombou mais forte e gozou. -Pronto filho, sua vez, usa a porra do papai como lubrificante. Minha vontade era chupar aquela buceta, mas meu pai não podia saber que sou gay e quero provar a porra dele, então me controlei e meti. Nossa era uma sensação única a buceta dela era muito quente, enquanto eu metia sentia a buceta dela piscar e piscar não me aguentei e gozei também. Porra de pai e filho juntas numa buceta só. - Agora sim você é homem, comeu gostoso,vamos voltar pra casa - pode ir na frente, vou comer mais uma vez. Ele sorriu, satisfeito por eu ter comido uma buceta, mas foi só ele desaparecer que comecei a chupar aquela porra da buceta dela, um gosto forte, mas era a porra do meu pai que tava engolindo. Depois tive a ideia de meter a mão pra pegar algo no fundo. Notei que ela gostou, começou a piscar loucamente, tanto até que gozou na minha mão. Foi lindo ver aqueles líquido saindo da buceta dela. Chupei mais um pouco e meti até gozar. Depois desse dia virei mais amigo do meu pai e um amante dos animais. Depois conto mais aventuras com os animais macho e fêmea que tive pela vida
«1»